English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quarta-feira, 16 de fevereiro de 2011

271- NELSON SOARES PIRES

271- NELSON SOARES PIRES
*

Nasceu no Rio de Janeiro, em 1910, sendo seus pais Eugênio M. Pires e Antonieta Soares Pires.
Fez os estudos iniciais em sua cidade natal, diplomando-se em medicina pela Faculdade Nacional de Medicina, em 1931.
Docente-livre de Clínica Psiquiátrica, pela Faculdade Fluminense de Medicina.
Coronel do exército, serviu em diversos estados nordestinos.
Fixou-se em Salvador, onde concorreu, em 1953, à cátedra de Psiquiatria da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia.
Conta o Professor Paulo Vaz Arruda, que o presidente da banca examinadora do concurso era o Prof. Antônio Carlos Pacheco e Silva e que “chegado em Salvador lhe informaram que um dos candidatos não iria realizar a prova por estar preso. Pacheco e Silva disse que o concurso não seria realizado sem todos os candidatos e foi assim que Nelson Pires pode participar e ganhar. O título da tese foi: Aspectos reflexológicos da impotência dos noivos” (Piccinini, obra citada).
Em 1964, foi para Buenos Aires e na capital argentina recebeu a notícia que havia sido, mais uma vez, condenado  a prisão. Não foi ao julgamento e permaneceu em Buenos Aires. Depois, refugiou-se no Chile. Do Chile foi para a Espanha, onde trabalhou como professor estrangeiro na Universidade de Madrid.
“Construir a biografia do Professor Nelson Pires não é tarefa simples. Tratado-se de uma pessoa singular, de personalidade marcada pela paixão, pela contestação, pela rebeldia e por não ter um discurso suave, suas intenções eram faiscantes, o que fazia que brigasse com todo mundo, amigos e inimigos, o que lhe deixava muito solitário. Segundos os alunos, comparando-o com Leme Lopes, diziam que, enquanto Leme Lopes dava aula sobre o que preparara na véspera, Nelson Pires dissertava contra o que na véspera havia lido” (Ibidem).
Cultura extraordinária, inteligência privilegiada, dissertava com desenvolvimento sobre assuntos os mais diversos: medicina em geral, literatura, psiquiatria, política, etc.
Não obstante vida tão atribulada e controvertida, o Prof. Nelson Pires é considerado um das figuras mais importantes da psiquiatria brasileira.
Faleceu em 1994.

FONTE BIBLIOGRÁFICA:
Piccinini, Walmor J. – História  da  Psiquiatria:  Nelson  ires. Disponível em http://www.polbr.med.br/arquivo/wal0904.htm. Acesso em 24 de novembro de 2009.


3 comentários:

  1. Está muito pobre esta biografia. Há muito o que dizer, a realidade é bem diferente do que imaginamos para bem passar para todos.

    ResponderExcluir
  2. Estimado amigo,
    São mini-biografias, de cerca de 500 palavras pois o acervo é de mais ou menos 800 médicos a serem retratados.
    Atenciosamente,
    Geraldo Leite

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia.
      Sou Historiador formado pela UFBA.
      Fui Pesquisador estagiário da Comissão da Verdade da UFBA e pesquisei os arquivos de Medicina na Faculdade de Medicina.
      Lá conheci, através dos arquivos o Professor Nelson Pires.
      Estou preparando um Projeto de Mestrado sobre a trajetória política de Nelson Pires.
      Gostaria de saber se o Sr. possuí algum contato com os familiares do estimado professor.
      Possuo centenas de documentos sobre Nelson Pires e sua expulsão do cargo de professor Catedrático da UFBA.
      Qualquer contato me envie por e mail.
      Obrigado!

      Excluir