English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

ARISTIDES PEREIRA MALTEZ

ARISTIDES PEREIRA MALTEZ


 *
Nasceu na cidade de Cachoeira, a 31 de agosto de 1882, sendo seus pais Francisco Pereira Maltez e Amélia da Glória Guimarães Maltez. Dois, dos oito filhos do casal, foram médicos.
O curso primário, realizou na cidade de Nazaré. O ginasial, no Ginásio da Bahia, em Salvador.
Em 1915, integrou o corpo docente do Ginásio da Bahia, ensinando Física, Química e História Natural. No período de 1926 a 1934, foi Vice-Diretor do referido estabelecimento de ensino, ocupando a Diretoria várias vezes.
Dominava, com facilidade, latim, grego, inglês e outras línguas. Era grande humanista, poliglota e espírita.
Matriculou-se na Faculdade de Medicina da Bahia, em 1902, pela qual saiu diplomado em 1908, ano em que foi eleito orador da turma.
Foram seus colegas de turma: Dionysio da Silva Lima Pereira, Eduardo Vidal da Cunha, Enjolras Vampré, Joaquim Martagão Gesteira, e Luiz Antônio de Aguiar. Dionysio da Silva Lima Pereira e Enjolras Vampré foram alunos laureados. Os outros tornaram-se professores da Faculdade (6).
Em 1910, foi preparador interino da cadeira de Fisiologia. Em 1911, Assistente de Clínica Ginecológica. Em 1914, docente-livre de Ginecologia. Em 1919, professor substituto, por concursos, da 14ª Secção. Em 1925, professor catedrático de Clínica Ginecológica, assim permanecendo até a morte.
Em 1909, viajou para os Estados Unidos, onde realizou cursos de especialização em Ginecologia e Obstetrícia.
Foi, durante muitos anos, médico ginecologista, e cirurgião, do Hospital Santa Izabel, da Santa Casa de Misericórdia da  Bahia.
Teve, como clientes, personalidades importantes, inclusive um governador  e um famoso professor da Faculdade. “Todos a ele recorriam, apegando-se a um fio de salvação de suas vidas”(4).  José Silveira, foi testemunha de um desses casos: “Eu acompanhei Aristides Maltez numa das mais difíceis oportunidades de sua vida clínica. O doente era o mestre amado, Professor Adeodato. Não havia mais o que fazer. A ciência entrara em completa falência mas o espírito forte do mestre Adeodato exigiu do discípulo a intervenção. “Faça-me essa laparotomia, seja qual for a conseqüência! ”. Todos sabiam do resultado final do drama que se estava desenrolando. Maltez atendeu, satisfazendo a última vontade do querido mestre. Entrou profundamente pálido na sala, pois sabia o que lhe reservava o campo operatório. Mas a mão esteve firme e, embora adivinhássemos as lágrimas, a não desviou o olhar firme do cenário em que agia. Desde esse instante, eu que apenas admirava Maltez, passei a dedicar-lhe dedicação profunda e devotado respeito” (3).
Em 1936, iniciou o  maior sonho da sua vida: a luta contra o câncer. 
Resolveu criar um hospital, para minorar o sofrimento dos cancerosos pobres da Bahia.  Liderou incontáveis campanhas para angariar fundos, E tudo fez para concretizar seu ideal. A pedra fundamental foi lançada em 25 de outubro de 1940.
Em 6 de janeiro de 1943, Aristides faleceu sem ver o seu hospital inaugurado...

FONTES BIBLIOGRÁFICAS:
1.     Castro Lima, Mário Augusto de – Discurso de Posse. Anais da Academia de Medicina da Bahia. Volume 2, junho de 979.
2.     Liga Bahiana  Contra o Câncer. Disponível em  http://www.scielo.br/s
cielo.php?cript=sd_arttex&pid=S0102-311X1989000406012. Acesso em 13 de Janeiro de 2009.
3       Lacaz, Carlos da Silva – Médicos Baianos. São Paulo.
4.     Loureiro de Souza, Antônio. Baianos Ilustres. Salvador, 1973.
5.     Maltez, Ruy- Aristides  Maltez.  Anais  da  Academia de Medicina da Ba hia Bahia. Volume VI, julho de 1985.
6.     Tavares-Neto, José – Formados de 1812 a 2008  pela  Faculdade de Medi dicina da Bahia. Feira de Santana, 2008.
 


APÊNDICE I
“O NOME MALTEZ EM SALVADOR, BAHIA, É SINÔNIMO DE MEDICINA...”

Hospital Aristides Maltez, Salvador, Bahia
           

*

“O nome Maltez em Salvador, Bahia, Brasil é sinônimo de medicina. Tudo começou  no sec. XIX com  o nascimento de Aristides Pereira Maltez, que fundou em meados do século XX o primeiro Hospital contra o câncer do norte e nordeste  e o segundo do Brasil . Seus descendentes -filhos, netos, bisnetos ,formam uma família onde a medicina é soberana. São quatro gerações seguindo os passos de Aristides Pereira Maltez e se atualizando com os novos tempos.
Aristides Pereira Maltez nasceu em 31 de agosto de 1882; era o oitavo dos dez filhos de FRANCELINO PEREIRA MALTEZ (de origem africana) e de AMÉLIA DA GLÓRIA GUIMARÃES MALTEZ (origem portuguesa). Dos 8 filhos homens, 6 foram médicos (Francelino, fazendeiro; Thomaz: médico anestesista; Honorato: médico e juiz de Direito; Euclides: funcionário público; Pedro: médico e cirurgião dentista; Manoel: funcionário público; Antonio e Aristides: médicos; Marieta: prendas domésticas e Áurea: professora).
     Aristides era professor de latim, grego, química, médico cirurgião,  professor de Ginecologia, poliglota e espírita. Entre  1936 e 1940  planejou a criação de um "Instituto de Câncer", para atender aos cancerosos pobres do Estado. Foi fundada a Liga Bahiana Contra o Câncer em 13 de dezembro de 1936. Houve várias campanhas para se angariarem fundos para a construção do primeiro hospital de câncer do norte e nordeste do Brasil e a pedra fundamental  foi lançada em 25 de outubro de 1940. Em 6 de janeiro de 1943 Aristides Maltez morreu  sem que o hospital estivesse pronto. Antonio Maltez (seu sobrinho, também médico) tomou a frente e, há 50 anos (2/2/52) foi fundado o Hospital Aristides Maltez, filantrópico, de utilidade pública. Carlos Aristides Maltez, filho de Aristides, foi eleito Presidente do Hospital Aristides Maltez em 25/01/52, aos 24 anos de idade e continuou a obra de seu pai até os anos oitenta, quando o Hospital passou a ser gerenciado por Aristides Maltez Filho, irmão mais jovem de Carlos. As filhas e genros de Carlos Aristide Maltez continuam a obra do avô e do pai exercendo a medicina na Clinica de Assistência à Mulher -CAM, que faz uma das medicinas mais avançadas do país e que tem as iniciais de Carlos Aristides Maltez”

Um comentário:

  1. Fui informado por uma grande amiga que o Dr. Aristides Maltez continua dispensando seus trabalhos e devoção junto ao plano espiritual, e, como estou passando por problemas de saúde, estou orando ao mesmo que interceda em minhas melhoras. Coma a Graça de DEUS e imenso amor de JESUS!

    ResponderExcluir