English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

CAETANO LOPES MOURA

CAETANO LOPES MOURA
     (CAETANO MOURA, MÉDICO DE NAPOLEÃO BONAPARTE)



*

Negro, filho de escravos, Caetano Lopes Moura nasceu em 1779, na cidade do Salvador (2)
Em 1797, com apenas dezoito anos de idade, envolveu-se com a “Conspiração dos Búzios”, assim chamada porque seus adeptos usavam um pequeno búzio prezo à corrente do relógio.
Descoberto o movimento revolucionário, Caetano Moura foge para Portugal e, depois de muitas agruras, matricula-se na Universidade de Coimbra, pela qual se formou em Medicina.
Médico, alistou-se no Corpo de Saúde do exército português e participou, como cirurgião, da Guerra da Península.
Restabelecida a paz, transferiu-se para a França e dedicou-se, com inegável sucesso,  à clínica privada.
Após o estafante trabalho do dia, dedicava-se, varando a noite, ao estudo, produzindo obras de grande valor científico e cultural. Poliglota, traduziu para o português, os grandes autores franceses, ingleses e alemães.
Ao cabo de algum tempo, notabilizou-se pela competência, e pela cultura.
Entrou no exército francês, como cirurgião. Sua fama chegou ao conhecimento de Napoleão Bonaparte, o qual, impressionado, convidou-o para ser seu médico particular.
Na condição de médico do Imperador, atingiu o píncaro da fama, tornando-se conhecido e respeitado por condes, duques e marechais.
Com a derrota de 1814, Napoleão foi exilado e Caetano Moura caiu no ostracismo.
Aos 67 anos de idade, voltou para o Brasil e passou a residir no Rio de Janeiro onde, sem recurso financeiro, teve de enfrentar grandes necessidades, chegando a mendigar, nas ruas da cidade.
A notícia chegou ao Palácio Imperial e D. Pedro II concedeu-lhe modesta pensão com a qual sobreviveu, até os 81 anos de idade.
Disse Silvio Romero: “Caetano Moura é um dos mais notáveis pensadores que o Brasil tem possuído. Não foi orador nem político: foi um estudioso que sabia escrever”.

FONTES BIBLIOGRÁFICAS
1.     Lima, Sérgio Cruz Lima- Caetano Lopes Moura – Disponível  em http:// www.portalseer.ufba.br/index.php/universitas/article/viewFile/1211/818
     . Acesso em 21 de janeiro de 2009    
3.  Romero, Sívio – História da Literatura Brasileira. 6ª. Ed. Rio de janeiro,   1960.


        
                                                                   

























Um comentário:

  1. Magnífico trabalho de resgate da memória de homens fascinantes como o médico Caetano Lopes Moura. Adorei! Parabéns!

    ResponderExcluir